Rorejar

Falo sobre rorejar a vida... 
e também sobre a ausência:
de primos para brincar junto no quintal dos avós, 
de irmãozinho para fazer companhia;
do peso que é passar os meses de pandemia enclausurado no apartamento e a ausência deste peso na liberdade condicional do quintal;
Da ausência de pessimismo;
Do enxergar que haverá uma saída para essa situação toda, e que essa saída está na forma à qual encaramos com leveza as circunstâncias.